Início das atividades: setembro de 2017

O objetivo do projeto é promover a gestão arquivística e preservação do patrimônio documental da Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Santa Maria, visando ampliar a visibilidade dos arquivos e sua inserção na sociedade.

O resultado esperado é a preservação da memória e história da Orquestra Sinfônica de Santa Maria assim como o acesso de pesquisadores e outros interessados na temática musical ao arquivo.

Serão desenvolvidas as seguintes atividades:

  • Gestão Arquivística de Documentos em Suporte não Papel

         Para as fotografias digitais da orquestra, será adotado o modelo já executado na Agência de Notícias da Coordenadoria de Comunicação Social, método este implementado por orientação do DAG. Os arquivos audiovisuais e sonoros (em suportes CDs, dvds e fitas vhs) serão identificados e listados e também inseridos nas políticas de documentação e preservação da instituição.

         As fotografias digitais da OSSM dos anos de 2016 e 2015 já estão disponíveis na plataforma  http://fonte.ufsm.br/index.php/iconografico-ufsm.

OSSM no Fonte - foto 2015.004.042.png

  • Classificação do Arquivo Corrente

         Os documentos de 2014 em diante serão classificados de acordo com as normativas do Conselho Nacional de Arquivos e as políticas de gestão arquivística da UFSM. Serão usados como instrumentos o Código de Classificação de Documentos de Arquivo para a Administração Pública: atividades-meio e a  Tabela Básica de Temporalidade e Destinação de Documentos de Arquivo Relativos às Atividades-meio da administração pública, aprovados pela resolução 14 do Conarq; e o Código de Classificação de Documentos de Arquivo relativos às atividades-fim das IFES do Siga MEC.         

  • Revisão da Classificação do Arquivo Intermediário

         Os documentos anteriores a 2013, já classificados por plano de classificação de documentos estabelecido em 2007, serão revisados com vistas a eliminação de documentos e recolhimento de documentos históricos à Divisão de Arquivo Permanente do DAG.       

  • Reorganização do Arquivo de Partituras

         O arquivo de partituras musicais será revisado, com vistas a certificar-se da existência ou não de partituras de toda instrumentação. Além disso, serão incluídos mais oito metadados na planilha do excel, com vistas ao registro da memória dos concertos musicais e cruzamento de informações com os dossiês dos eventos realizados. Esta atividade será realizada por bolsista do Curso de Arquivologia, orientada por arquivista adscrito a Divisão de Arquivo Permanente do DAG.